VOLTAR

Índios danificam o asfalto da BR-423 em protesto ao DNER

A Tribuna (Santos-SP)
18 de ago de 1980

Depois de terem danificado com picaretas um trecho da BR-423 - que liga a cidade pernambucana de Garanhus, a Paulo Afonso, na Bahia - os índios Fulni-Ô resolveram suspender o ato de protesto tão logo obtiveram uma passagem para pedestres na rodovia. O grupo estava revoltado com o risco de vida que corriam ao passar no local, onde já foram registradas três mortes. A movimentação e as passagens pela estrada aumentariam ainda mais este mês devido ao deslocamento que fariam até o local de realização do ritual do Ouricuri.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.