VOLTAR

Índios ameaçam guerra para defender cemitério sagrado

O Dia
10 de mai de 1985

O fazendeiro Ademar Correia da Silva está desmatando indiscriminadamente 41 hectares de matas virgens na área indígena dos Guarani Kaiowá, que ameaçam partir para uma represália.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.