VOLTAR

Índio que Funai proibiu de ir a Puebla estranha mas a decisão não o surpreende

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
23 de jan de 1979

O índio Daniel Matenho Cabixi, proibido pela Funai de participar da III Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano, considera estranho que "logo a Funai, que defende e integração do índio", tenha tomado esta decisão. Em sua opinião, o argumento de preservação dos credos indígenas "encobre a real intenção da Funai, de impedir que os outros saibam da situação do índio brasileiro (...) que está descobrindo que foi explorado, espoliado e massacrado, até pelo órgão de Proteção".

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.