VOLTAR

Índio é detido por vender animais silvestres na feira livre Itanhaém

A Tribuna (Santos-SP)
13 de abr de 1991

O presidente da Associação de Amparo aos Animais de Praia Grande, Waldir Rueda Martins, junto com o soldado florestal, Ricardo Henrique, realizaram a apreensão de um tucano que estava sendo vendido em uma feira livre em Itanhaém. O problema é que o vendedor do animal silvestre era Nélson Ortega, índio Guarani, e, por esse motivo não está sujeito a punições. Desta forma, a ocorrência foi registrada, a ave levada para a Polícia Federal e Ortega encaminhado aos cuidados da funcionária da Funai em Peruíbe, Ester da Silva Sobrinho.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.