VOLTAR

Índio denuncia confinamento de tribos e matança pelo Exército

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
08 de jun de 1989

O presidente da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro, Orlando Melgueiro Baré, denunciou que o Projeto Calha Norte confina 30 mil índios de quase 100 etnias existentes na região amazônica em pequenos campos de concentração vigiados por militares, ao longo da fronteira entre Amazônia, Colôbia e Venezuela.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.