VOLTAR

Indígenas aguardam a decisão de Andreazza

Correio Braziliense (Brasília - DF)
03 de fev de 1981

Um grupo de 15 indígenas estudantes que moram na "Casa do Ceará", entidade beneficiente que possui convênio com a Funai, correm o risco de serem despejados por determinação do órgão tutelar. Eles afirmam que após a criação da UNIND (União das Nações Indígenas) pelo grupo, deu-se início a uma crise com a Funai, que desaprovou o ato e é acusada de tentar desmobilizar o grupo. Por isso, os indígenas entregaram uma carta ao Ministro do Interior Mário Andreazza explicando a situação. Andreazza suspendeu o despejo e pediu um relatório da Funai explicando o ocorrido.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.