VOLTAR

ICMBio ganhará nova sede em Reserva no Pará

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
Autor: Comunicação ICMBio
25 de jun de 2020

Processo de seleção de empresa para a elaboração e fiscalização de projeto executivo está aberto.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) ganhará uma sede dentro da Reserva Extrativista (Resex) Verde para Sempre no município de Moz, no Pará. A construção será com recursos do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA). O Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), que é o gestor financeiro do Programa, está em processo de seleção de empresa para a elaboração e fiscalização de Projeto Executivo para a Construção de Sede do ICMBio dentro da Resex.

As empresas interessadas devem enviar material que comprove a sua qualificação para desempenhar os serviços, como comprovação de capacidade técnica, portfólio, ou outros documentos que julguem importantes na apresentação de suas empresas.

Os documentos deverão ser enviados por e-mail para alessandro.oliveira@funbio.org.br, com cópia para procurement@funbio.org.br, identificados como "Manifestação de Interesse Projeto Executivo Resex Verde para Sempre", com o nome da empresa interessada, até o dia 6 de julho de 2020. O processo será conduzido de acordo com as Políticas para Contratações e Aquisições do Funbio. O Funbio entrará em contato solicitando as propostas somente com as empresas cujas manifestações de interesse em realizar o serviço forem selecionadas.

ARPA
O Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA) é a maior iniciativa de proteção de florestas tropicais do mundo. Criado pelo Governo Federal, o programa é financiado com recursos do governo da Alemanha - KFW, além de contrapartida do Governo Federal e governos estaduais. A principal meta é a conservação e uso sustentável de 60 milhões de hectares - 15% da região amazônica - até 2039. O Funbio, gestor dos recursos financeiros, realiza as atividades de aquisições e contratações para as Unidades de Conservação (UCs) e faz a gestão do Fundo de Transição (FT).

Acesse

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.