VOLTAR

Guaranis e crenaques vivem exilados à espera da Funai

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
Autor: Gutemberg da Mota e Silva
30 de nov de 1975

Trazidos para a árida Fazenda Guarani contra sua vontade - havendo mesmo casos de idosos algemados - os índios Guarani e Krenak, agora brigando entre si e passando fome, já não suportam viver na antiga penitenciária indígena. Na Fazenda não encontram nada do que era farto em suas terras e, muito inquietos, esperam que a Funai cumpra a promessa de levá-los embora.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.