VOLTAR

Governo do Estado lança campanha humanitária para ajudar vítimas de queimadas

Correio VG - www.jcorreio.com.br
13 de Ago de 2010

O Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social (Setecs), lança nesta sexta-feira (13.08), às 10h, no gabinete do secretário da pasta, Jean Estevan Campos de Oliveira, a Campanha Humanitária 'Fênix Ressurgindo das Cinzas'. A ação tem como objetivo o atendimento permanente das vítimas dos focos de incêndio que ocorrem em Mato Grosso e a sensibilização da população sobre os riscos das queimadas.

Além da Setecs, a campanha conta com a parceria da Defensoria Pública, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Defesa Civil, Casa Civil, Casa Militar, dentre outros órgãos públicos, auxiliados pelo Lions Clubes, Rotary Internacional e Cruz Vermelha Brasileira filial Mato Grosso.
Um dos municípios prioritários para atendimento da campanha é Marcelândia (cerca de 710km ao Norte de Cuiabá). A cidade foi parcialmente destruída pelo incêndio que ocorreu esta semana no local.
Como ajuda inicial para o município, a Setecs já autorizou a doação de donativos para as vítimas da tragédia, dentre eles: 200 (duzentas) cestas básicas, 500 (quinhentos) cobertores, 100 (cem) filtros e 2.000 (dois mil) litros de água.

Durante o lançamento da campanha será esclarececido à população sobre os postos de arrecadação das doações e quais medidas serão tomadas com relação a outras áreas do Estado com focos de incêndio, dentre elas o Parque Estadual de Santa Bárbara (Pontes e Lacerda/ Porto Esperidião), Paque Estadual Serra de Ricardo Franco, Parque Estadual do Cristalino II, Terra Indígena do Xingu, entre outros.

O nome da campanha se deve a ave que é símbolo do brasão do Estado de Mato Grosso, a Fênix, um pássaro da mitologia grega que, quando morria, entrava em autocombustão e depois de algum tempo, renascia das próprias cinzas. A ave simboliza a perpetuação, a ressurreição e a esperança que nunca têm fim.

http://www.jcorreio.com.br/noticiadetalhes.php?id=9081

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.