VOLTAR

Governo divulga nota oficial sobre morte de indígena

Campo Grande News - http://www.campogrande.news.com.br/canais/view/?canal=8&id=273804
Autor: Edivaldo Bitencourt
20 de nov de 2009

Com a confirmação da morte do professor indígena Genivaldo Vera, o governador André Puccinelli (PMDB) divulgou nota oficial sobre o caso. Dois índios, o outro é Rolindo Vera, desapareceram após um conflito com homens armados na Fazenda São Luiz, em Paranhos, a 472 quilômetros da Capital.

"Por determinação do governador André Puccinelli, todos os recursos humanos e materiais da segurança pública estão à disposição da Polícia Federal e da Justiça Federal visando o esclarecimento do caso", ressaltou a nota, que também deverá ser veiculada em todos os meios de comunicação.

Ele mandou ainda a Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública que dê todo o apoio nos casos envolvendo a comunidade indígena para dar "proteção à vida e garantir a paz na comunidade".

Após o pai do professor ter reconhecido o corpo por meio de fotografias, o IML (Instituto Médico Legal) só confirmou que o cadáver é de Genivaldo Vera hoje, quando a família se deslocou até a sede do órgão na Capital.

Confira a nota na íntegra:
"Nota de Esclarecimento

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, diante dos laudos periciais que confirmaram a morte do professor indígena Genivaldo Vera, reitera disposição de continuar colaborando com as autoridades responsáveis pelas investigações do seu desaparecimento, juntamente com o professor Rolindo Vera ainda não localizado.

Por determinação do governador André Puccinelli, todos os recursos humanos e materiais da segurança pública estão a disposição da Polícia Federal e da Justiça Federal visando esclarecimento o caso.

É também determinação do governador André Puccinelli que, nos casos envolvendo a comunidade indígena, de responsabilidade da esfera Federal, a Secretaria de Segurança atue no sentido de apoiar as autoridades, dar proteção à vida e garantir a paz na comunidade."

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.