VOLTAR

Governo de Goiás assegura doação de mais 500 cestas básicas a quilombolas

Jornal Opção - https://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/governo-de-goias-assegura-doacao-de-m
Autor: Eduardo Pinheiro
22 de jun de 2020

As cestas serão entregues nesta terça-feira, 23, em Brasília

A Secretaria de Desenvolvimento Social conseguiu assegurar junto à Secretária Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), a doação de 500 cestas básicas a serem distribuídas nas comunidades quilombolas de Goiás.

As cestas serão entregues nesta terça-feira, 23, em Brasília, à superintendente Rosi Guimarães, que também fará a entrega a três comunidades quilombolas que, em razão da pandemia de Covid-19, se encontram em situação de vulnerabilidade alimentar. São elas Recanto Dourado, em Abadia de Goiás; Tupiraçaba, em Niquelândia; e Forte, em São João da Aliança.

A doação do governo federal complementa o trabalho do Governo de Goiás junto às comunidades quilombolas desde o início da pandemia. A Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, coordenada pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e o Gabinete de Políticas Sociais (GPS), levou 10.247 cestas básicas adquiridas e arrecadadas pelo Estado a 66 comunidades quilombolas em todo o Estado.

Além disso, a Secretaria de Desenvolvimento Social tem realizado visitas a comunidades quilombolas e tribos indígenas do Estado, verificando a situação das famílias, ouvindo demandas e inserindo-as nos programas sociais dos governos estadual e federal.

As equipes da Superintendência da Mulher e da Igualdade Racial já estiveram nas 58 comunidades remanescentes de quilombos e em cinco reservas indígenas. "Durante as visitas, as equipes entregaram materiais de limpeza e higiene e equipamentos de proteção individual a essas famílias, que receberam também cestas básicas da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus", explica a secretária de Desenvolvimento Social, Lúcia Vânia.

Censo
Os quilombolas, segundo a Fundação Palmares, estão presentes em 58 comunidades remanescentes de quilombos em Goiás, reconhecidas com certidão. Dentre eles estão os Kalungas, o maior quilombo em extensão territorial do Brasil, com cerca de 4 mil pessoas abrigadas em 253 hectares, ao norte da Chapada dos Veadeiros. Estimativas da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas - Coordenação de Goiás (Conaq) indicam que, entre certificadas e não certificadas existem 82 comunidades quilombolas em Goiás.

Já os indígenas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população é estimada em mais de 8,5 mil, sendo pouco mais de 300 vivendo em terras indígenas, o que corresponde a 4% do total. Os outros 96% vivem fora de terras indígenas. No Estado, existem cinco reservas e três grupos indígenas: os Karajá, de Aruanã; os Tapuios do Carretão, em Rubiataba e Nova América; e os Avá-Canoeiro, em Colinas do Sul e Minaçu.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.