VOLTAR

Governo confirma proibição da ida de Juruna à Holanda

O Dia (Rio de Janeiro - RJ)
04 de nov de 1980

O cacique Mário Juruna não mais participará do jurado do Tribunal Russel, de acordo com declarações do ministro do Interior Mário Andreazza, que alegou que o Governo brasileiro não reconhece a existência e a competência do Tribunal para julgar a política indigenista do Brasil. O cacique vem tentando sensibilizar políticos e juristas sobre a situação desde que a Funai negou seu passaporte. Juruna também afirmou que tentará falar com o presidente Figueiredo.

Índios Gavião do Posto Indígena Mãe Maria, no sul do Pará, não vão acatar a decisão da Funai, que determinou a suspensão da construção de uma nova aldeia. Os índios também pretendem paralisar as obras que estão sendo realizadas pela Eletronorte na região, caso a empresa não entregue as árvores derrubadas à comunidade. A nova aldeia possui escola, posto médico, instalações sanitárias, luz e água.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.