VOLTAR

Governo adquire café de índios Macuxi e Wapixana em Roraima

Ministério da Agricultura - http://www.agricultura.gov.br/
24 de jan de 2012

Medida incentiva inclusão social dos indígenas ao garantir renda e distribuição de alimentos

A Superintendência Regional da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em Roraima participou, na última semana, da primeira entrega de café adquirido da Comunidade Indígena Mangueira para o Sesc/Mesa Brasil, no município de Alto Alegre. O mecanismo de comercialização utilizado pela Conab, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, foi o da Compra da Agricultura Familiar com Doação Simultânea (CPR-Doação), do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), no valor de R$ 36 mil. Já foram entregues mil quilos de café cultivado de maneira tradicional pelos indígenas.

Os representantes da etnia Macuxi e Wapixana praticam o cultivo tradicional, manejo agroecológico e sustentável, o que torna o café um alimento diferenciado por sua qualidade, livre de agrotóxicos e adubos químicos. As Terras Indígenas Mangueira estão localizadas na região de Alto Alegre. A reserva compreende 82% de florestas e 18% de savana, com área total de mais de 4 mil hectares, onde vivem mais de 100 indígenas, de acordo com o Conselho Indígena de Roraima.

Nesta comunidade, oito pais de família desenvolvem a atividade econômica agrícola do plantio de café e realizam escambo da sua produção com as outras comunidades para atender suas necessidades alimentares e hábitos culturais.

Saiba mais

Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) - Promove a inclusão social dos povos e comunidades tradicionais ao garantir renda, atuando na distribuição de alimentos orientada as especificidades étnicas e culturais regionais, e, principalmente, no combate a insegurança alimentar.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social
(61) 3218-3086 / 2203
Inez De Podestà
inez.podesta@agricultura.gov.br

http://www.agricultura.gov.br/comunicacao/noticias/2012/01/governo-adqu…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.