VOLTAR

Funasa inicia operação no Vale do Javari no dia 18 de março

Agência Brasil
Autor: Deborah Souza
27 de fev de 2008

Representantes da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e do Ministério da Defesa se articulam para dar início, no dia 18 de março, à operação de atendimento a populações indígenas no Vale do Javari (AM), atingidas por doenças como hepatite, malária e tuberculose. Entre as questões que precisam ser definidas está o acesso ao Vale de Javali por meio de pistas de pouso.

As hipóteses em estudo são a regularização, construção ou ampliação das pistas. O diretor do Departamento de Saúde Indígena da Funasa, Wanderley Guenka, afirmou, em entrevista ao programa Amazônia Brasileira, da Rádio Nacional da Amazônia, que a Funasa aguarda uma resposta do Ministério da Defesa sobre a colaboração da Marinha, do Exército e da Aeronaútica no que se refere a soluções logísticas.

"Uma das dificuldades que o Vale do Javari enfrenta é o deslocamento da equipe até a área de atuação e o deslocamento dos pacientes que precisam ser referenciados para os hospitais da região", destacou.

De acordo com ele, foram adquiridos 37 barcos motorizados e duas vans. "Não é o suficiente, mas pelo menos atenua a questão dos problemas existentes lá. Estamos buscando também outras alternativas para adquirirmos outros equipamentos, para ajudar de imediato o Vale do Javari."

O Departamento de Saúde Indígena da Funasa já mobilizou uma equipe de colaboradores na região para combater a hepatite, uma das doenças que mais atingem os povos indígenas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.