VOLTAR

Funai reconhece que País viola direitos dos índios

Correio Braziliense, p. 16 (Brasília - DF)
08 de out de 1992

O presidente da Funai, Sidney Possuelo, afirmou que concorda com o relatório divulgado pela Anistia Internacional, que acusa o Brasil e outros países latino-americanos de violação dos direitos humanos contra os povos indígenas. Possuelo afirmou que a Funai tem buscado conter a violência contra os indígenas, no entanto, o país atravessa uma situação difícil. No que diz respeito às mudanças promovidas pelo ministro da Justiça, Maurício Corrêa (PDT-DF), o órgão não será afetado e, ao que tudo indica, Possuelo continuará como presidente. O ministro, porém, manifestou preocupação com a demarcação de TIS, cujo prazo estabelecido pela Constituição termina em 1993, e com a situação dos Yanomami, cuja terra tem sido invadida por garimpeiros. A notícia também traz mais informações sobre o movimento internacional promovido pela Anistia, organizações indigenistas e lideranças indígenas pelo fim da violência contra os povos ameríndios.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.