VOLTAR

Funai pode punir missão religiosa

O Estado de São Paulo (São Paulo- SP)
25 de mar de 1975

O general Ismarth Araújo, presidente da Funai, apareceu de surpresa para averiguar os trabalhos de uma missão religiosa (Missão Novas Tribos do Brasil) que assiste os indígenas Yanomami em Roraima, e ficou decepcionado com o que viu. Índios morrendo de fome, com tuberculose, sem usar roupas e que não falavam português. A notícia também traz informações sobre uma reunião marcada para o dia 23 entre representantes do Cimi e da Funai, onde será discutido o relacionamento das entidades.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.