VOLTAR

Funai pedirá à PF que investigue assassinato de chefe indígena em Rondônia

Radiobrás
Autor: Nelson Motta
24 de jun de 2006

Brasília - O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Mércio Gomes, informou que pedirá à Polícia Federal que investigue a morte do chefe indígena Deusmar Ferreira Saquirabar, da etnia Mequém. O índio foi assassinado a tiros na madrugada de hoje (24), no município de Pimenta Bueno, em Rondônia.

"Estou tentando entrar em contado com o administrador da Funai na região, Augusto, em Cacoal (RO), para saber noticias de como ocorreu o crime", disse Mércio Gomes.

O pedido de investigação da morte do chefe indígena, segundo o presidente da Funai, será feito também ao Ministério Público. "A Polícia Federal já deve ter sido acionada pelo administrador da Funai em Cacoal, onde existe uma delegacia policial que também atende às ocorrências dos municípios de Pimenta Bueno e Espigão do Oeste", acrescentou.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.