VOLTAR

A FUNAI não quer estranhos com indios

Folha de São Paulo
18 de fev de 1973

O presidente da Funai confirmou sua decisão de impedir a presença de estranhos em áreas indígenas, enquanto estiver ocorrendo a epidemia da gripe "fog", ao negar autorização para visita do embaixador da Suécia, sr. Behgt Odewall, à área Waimiri-Atroari. Além do problema da epidemia da gripe, a Funai teme pelo fato de que esse indígenas atacaram, há quinze dias, o acampamento da Funai, matando três funcionários.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.