VOLTAR

Funai ignora expedição de militares para investigar massacre da Missão Calleri

Jornal do Brasil
27 de dez de 1968

A Funai ignora a formação de uma expedição de militares especializados em guerra nas selvas, e de soldados da Polícia Militar do Amazonas, para investigar, na terra dos Waimiri Atroari, em Roraíma, o que aconteceu com a missão pacificadora do padre João Calleri.

Notícia trata sobre detalhes da investigação e sobre a nova expedição pacificadora, montada pela Funai.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.