VOLTAR

Funai expulsa posseiros da reserva de Rio das Cobras

Jornal do Brasil (RJ)
21 de fev de 1978

Apoiados por 120 PMs, funcionários da Funai começaram a retirar da TI Rio das Cobras (Nova Laranjeiras, PR) as quase 50 famílias de posseiros. O trabalho de redemarcação da área, a fim de evitar o regresso dos posseiros, vai demorar 90 dias.

Sobre o projeto de emancipação dos indígenas, a ser enviado ao presidente Geisel, o Cimi defende, em nota oficial, que "emancipar grupos indígenas nas atuais condições em que vive o índio brasileiro é leviandade", pois coloca as terras indígenas à disposição do latifúndio e converte o índio em mão-de-obra subassalariada. Como alternativa, o Cimi defende a autodeterminação dos indígenas, entendida como a supressão da lei de tutela sem prejuízo de atividades assistenciais e da defesa desses povos face à sociedade envolvente.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.