VOLTAR

Funai e MPF discutem soluções para geração de renda em comunidades indígenas de Guajará-Mirim/RO

Funai- http://www.funai.gov.br
11 de jul de 2014

A Coordenação Regional da Funai em Guajará-Mirim/RO recebeu a visita do procurador da República Daniel Dalberto, no início de julho, para tratar da situação dos indígenas da região e do andamento de projetos de desenvolvimento sustentável. Com o objetivo de encontrar soluções para o fomento a atividades com possibilidade de geração de renda, a reunião com o Coordenador Regional da Funai, Adilson dos Santos, contou com a participação da servidora Ana Heloisa Bandeira de Mello, representando a Coordenação-Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento da Funai/Sede.

O procurador citou como exemplo um projeto de avicultura com agrofloresta, iniciado em fevereiro deste ano pela comunidade indígena da Linha 10, Terra Indígena Igarapé Lage, em parceria com a Funai e com a Emater, indagando sobre a possibilidade de estendê-lo para outras aldeias vizinhas. Nesse sistema de criação de aves consorciada ao plantio de milho e de frutíferas, o milho é utilizado como ração e o adubo produzido pela galinha fertiliza a plantação, mantendo um ciclo de aproveitamento para a sustentabilidade.

Nos primeiros quatro meses de trabalho foram realizados diagnóstico, capacitações e atividades práticas para a construção dos viveiros. Os participantes - 22 famílias - são principalmente jovens e mulheres que já mantêm uma pequena produção e se dispuseram a entrar com recursos próprios para a compra dos pintinhos, bebedouro, comedouro e ração inicial, numa prática de cooperativismo. A Emater presta assistência técnica e a Funai entrará com a compra de mudas de frutíferas.

A parceria entre Funai e Emater foi estabelecida somente para esse projeto, mas a proposta do procurador Dalberto é estender o acordo para outras comunidades de Guajará Mirim. Nesse sentido, articulou uma reunião com a Secretaria Estado da Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária (Seagri), a Emater no estado e a Funai de Guajará-Mirim. A reunião ocorreu em Porto Velho, na última segunda-feira, 7 de julho, com a participação do secretário da Seagri, Evandro César Padovani; do secretário-executivo da Emater, Luiz Gomes Furtado; dos servidores da Funai de Guajará-Mirim João Soares Rodrigues e Juscileth Costa Pessoa; e dos procuradores da República Daniel Dalberto e Leonardo Sampaio.

"Conseguimos compromisso do Secretário Estadual da Agricultura e do Secretário Executivo da Emater para que esta preste assistência técnica aos indígenas, acompanhando os servidores da Funai nas visitas às aldeias, desde que não envolva despesas de transporte e de recursos por parte do Estado para implantação dos projetos", comemorou o procurador. O acordo está em fase de elaboração pela Regional da Funai e deverá ser assinado no próximo semestre.

http://www.funai.gov.br/index.php/comunicacao/noticias/2896-sssssss

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.