VOLTAR

Funai diverge mas índia foi esterilizada

Correio Braziliense (Brasília - DF)
15 de jul de 1982

Cimi acusa Funai de ter autorizada a cirurgia de laqueadura tubária realizada na indígena Eworun, do povo Kaiabi, que deu à luz trigêmeas. A Funai nega a afirmação, assim como o diretor do Hospital onde o procedimento ocorreu, argumentando que essa prática cirúrgica é prevista no código médico em casos necessário. O Conselho cogita a possibilita de processar a Fundação por não respeitar os valores culturais dos Kaiabi.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.