VOLTAR

Funai dá calote em comerciantes e kaiapós vão a Brasília cobrar

Diário de Cuiabá, Cuiabá - MT
Autor: Rubens Valente / Maria Angélica de Moraes
05 de nov de 1996

Um calote de R$ 543 mil, dado pela Funai de Brasília no comércio de Colíder, a 650 Km de Cuiabá, mobiliza 50 lideranças kayapó da região, que ontem partiram num ônibus fretado na cidade com o objetivo de cobrar a conta do presidente do órgão, Júlio Gaiger, em Brasília. Os comerciantes cortaram o crédito à Funai e agora os índios passam necessidades, principalmente com relação a transporte e saúde.
Além do calote, os índios da reserva indígena Baú denunciam a invasão de suas terras por garimpeiros.
A notícia trata também do Curso Interinstitucional de Capacitação em Produção Indígena, promovido pela Funai em parceria com a Empresa de Pesquisa e Extensão Rural, com o intuito de ensinar os índios a desenvolver atividades econômicas alternativas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.