VOLTAR

Funai culpa missionários pelo abandono de índios

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
29 de jul de 1975

Presidente da Funai culpa o Cimi e a missão salesiano que atua na TI São Marcos pelo abandono em que vivem os povos Xavante e Bororo na região. Ismarth de Oliveira afirmou ainda que os posseiros e fazendeiros que ocupam a terra indígena não podem ser chamados de invasores, pois estavam lá antes dos indígenas, e responsabilizou os missionários por insuflarem os indígenas a iniciar um conflito armado. Ismarth visitará os indígenas Tupiniquim de Caieiras Velha, para iniciar o processo de demarcação da terra.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.