VOLTAR

Funai constrói casas em área Carajá ocupada por particular

O Popular (Goiânia - GO)
Autor: Marília Assunção
25 de dez de 1996

Famílias indígenas voltam a habitar 18 lotes da reserva de Aruanã que há anos vinham sendo ocupados por particulares. Após muitos conflitos, a construção das casas dentro da reserva já está em fase final e a reabertura do cemitério indígena será realizada assim que a Funai de Brasília divulgar uma portaria retomando outra parte dos 18 lotes.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.