VOLTAR

A Funai arrenda as terras dos Fulni-Ô

Porantim
30 de nov de 1980

A miséria está alastrada no município de Águas Belas, em Pernambuco, onde vivem os Fulni-Ô. Sem caça e sem roça, em consequência das permanentes invasões de suas terras, esses indígenas são obrigados a fazer o arrendamento de pequenos lotes para poderem sobreviver. Mesmo assim são mínimas as condições, pois a própria Funai, além de servir de intermediária nas negociações, apossa-se de 30% da renda, estando o próprio prefeito e o vigário na lista dos arrendatários.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.