VOLTAR

Funai adota pacificação rápida

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
24 de jan de 1971

Funai altera sua política de contato com povos indígenas isolados, apostando em uma "forma dinâmica" e em uma "pacificação rápida". O missionário Horace Banner, da Igreja Evangélica do Brasil, critica esse novo modo de atração e defende que o processo de aculturação dos povos indígenas precisa ser lento, respeitando sua cultura e modos de vida.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.