VOLTAR

Fulniô presos e espancados

Porantim
31 de ago de 1984

Com a conivência da 3ª Delegacia Regional da Funai, dois jovens índios Fulni-Ô foram presos e espancados durante quatro dias, pela Polícia Militar de Águas Belas. A violência teria sido por causa de duas ovelhas que os dois Fulni-Ô levaram para Ouricuri, local sagrado onde anualmente é praticado o ritual religioso de seu grupo.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.