VOLTAR

Fim do garimpo prejudica economia de Roraima

Folha de S. Paulo (São Paulo - SP)
13 de mai de 1991

Segundo governo local, 20% dos 150 mil habitantes da capital Boa Vista estão hoje desempregados após a desativação da atividade mineral na reserva indígena Yanomami. Por outro lado, o bispo de Roraima enfatiza os prejuízos sofridos pelos índios, que permanecem doentes pelo contato com os garimpeiros. O bispo afirma que sua defesa é contra o extermínio deste povo, e que o bem-estar das pessoas tem que estar acima dos interesses econômicos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.