VOLTAR

Fazendeiro tentou negócio com a Funai

Correio do Estado (Campo Grande-MS)
17 de set de 1985

Queimar as áreas desmatadas da reserva Pirakuá, dos Guarani Kaiowá. Este foi o pedido feito ontem ao delegado da Funai, Lízio Lili, pelo fazendeiro Líbero Monteiro de Lima, que já desmatou 400 hectares da área em litígio.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.