VOLTAR

Exigência dos índios atrasa a construção

O Popular (Goiânia-GO)
22 de ago de 1982

Os engenheiros contratados pela Goiastur para a construção de casas destinadas aos Karajá, em Aruanã, se depararam com um impasse. A comunidade indígena exige a construção das casas de acordo com seus próprios princípios e costumes.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.