VOLTAR

Eucaliptos de multinacional ameaçam Tupiniquim e Guarani

Porantim (Brasília - DF)
31 de ago de 1979

Reportagem situa o desenrolar dos fatos no conflito pela posse de uma área entre os indígenas Tupiniquim e Guarani e a empresa multinacional Aracruz Celulose e sua subsidiária, Aracruz Florestal. Também apresenta o contexto no qual os indígenas optaram pela ocupação da área para retomar a posse de suas terras e critica a falta de ação por parte da Funai.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.