VOLTAR

Etnóloga acha pouco provável haver tribo de gigantes no Brasil Central

O Globo
03 de out de 1964

A existência de uma tribo de gigantes no Brasil Central é considerada muito pouco provável pela etnóloga Heloísa Fenelon Costa. O homem de dois metros e três centímetros pertencente à tribo Kreen-Akarore é considerado por ela um caso excepcional.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.