VOLTAR

Esporte e cultura reúnem povos indígenas na terra Poyanawa

Agência de Notícias do Acre - www.agencia.ac.gov.br
Autor: Viviane Teixeira
16 de out de 2008

Esta foi a primeira vez que o evento aconteceu em uma aldeia

O espírito guerreiro e a união dos povos indígenas foram o diferencial durante a realização do primeiro Jogos da Celebração. Nos dois últimos dias da competição os representantes das etnias participaram de mais duas provas. A do cabo de guerra e da corrida rústica de cinco quilômetros.

A largada para a corrida foi dada em frente a árvore samaúma, localizada no início da aldeia Poyanawa. Aos poucos os competidores foram chegando na Arena Barão. Os primeiros colocados pertencem aos povos Poyanawa, Nawa e Jaminawa. Já na prova de cabo de guerra os vencedores foram os Manshineri e Nawas na modalidade masculino. E no feminino a união dos Shanenawa e das Puyanawas fizeram a diferença.

Para a coordenadora do I Jogos da Celebração e do V Encontro de Culturas Indígenas, Shirley Torres, a realização do evento dentro da uma terra indígena traduziu a vontade das comunidades indígenas, mostrando o compromisso do Governo do Estado em atender as demandas das pessoas dentro daquilo que elas esperam. "Cada vez mais cresce a possibilidade de trazer para as pessoas aquilo que os povos querem". Shirley lembrou ainda que foram quatro dias de celebração, com envolvimento e participação efetiva de mais 500 indígenas e comissão técnica para que os representantes das etnias presentes no Acre pudessem mostrar sua diversidade cultural e interagir através do esporte. "O esporte mostrou mais uma vez sua capacidade de unir os povos. Além de ter demonstrado que é mais uma forma de cultura", destacou a coordenadora.

De acordo com o indígena Isaac Pianko um dos pontos positivos do encontro deste ano foi a realização dos Jogos da Celebração paralelo ao outro evento. "Isso garantiu mais interação entre os povos com brincadeiras relacionadas às tradições". Issac enfatizou ainda a necessidade de uma terra indígena ser o local ideal para o encontro. "Este sim é o ambiente adequado às comunidades".

O quinto Encontro de Culturas Indígenas do Acre e o primeiro Jogos de Celebração foram realizados entre os dias 10 e 14 de outubro na terra indígena Poyanawa. O evento é uma realização do Governo do Estado do Acre, através da Assessoria Especial dos Povos Indígenas (AEPI), Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM), Departamento de Patrimônio Histórico e Cultural, Secretaria de Estado de Esporte, Turismo e Lazer (Setul), Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), com o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

"Agora fica a responsabilidade de realizar os demais encontros em terras indígenas e com o mesmo comprometimento e sucesso do que foi realizado este ano".

Rosildo da Silva, uma das lideranças do povo Jaminawa Arara, terra indígena localizada em Marechal Thaumaturgo, destacou a importância do encontro. Para ele esta foi uma oportunidade única de encontrar com as demais lideranças e compartilhar as experiências. "Este momento vai ficar na história dos povos indígenas. Encontrar e reencontrar os parentes é um exercício de manter vivas as tradições", disse ele.

Durante os Jogos da Celebração foram realizadas ainda competições nas modalidades natação, canoagem, arco e flecha, arremesso de lança, além das brincadeiras tradicionais.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.