VOLTAR

Especulação imobiliária ameaça a reserva pataxó

Correio Braziliense
22 de abr de 1991

Numa reunião que durou cerca de 5 horas, líderes pataxó de oito aldeias indígenas do extremo sul da Bahia denunciaram ontem ao presidente da Funai, Cantídio Guerreiro, a pressão de imobiliárias para deixarem suas terras. Eles reivindicaram ainda, soluções rápidas para a falta de escolas, transportes, medicamentos, assistência médica, recursos para a aquisição de equipamentos agrícolas para plantio e a demarcação de suas terras, de forma a garantir sua sobrevivência. Disseram ainda que desaprovam a emancipação dos índios, opinião unânime entre os seis mil pataxó que habitam a região.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.