VOLTAR

Encontro Sub-Regional do Içana e afluentes Baniwa e Coripaco comemorando 20 anos da Foirn na comunidade Wanalianaa

INFOIRNET
03 de ago de 2007

O significado de 20 anos do movimento indígena organizado no Rio Negro e qual a perspectiva de futuro? Éa pergunta que norteia a discussão de indígenas da região do Içana e afluentes.

Além de avaliar a trajetória de duas décadas, líderes e comunidades indígenas estão refletindo e pensando no futuro dos Povos Baniwa e Coripaco a partir da história de contato, organização própria, direito e tradição.

Com a iniciativa espera-se elaborar um Plano sub-regional dos Baniwa e Coripaco para próximos 20 anos; o fortalecimento do Movimento Indígena no Rio Negro, comunidades e Organizações e finalmente documentar relatos e depoimentos.

Segundo André Fernando Baniwa após vinte anos a sua região tem Dez conquistas para comemorar:

A primeira são os 20 anos da FOIRN - Movimento Indígena no Rio Negro organizado desde 1987.

A segunda são os 19 anos de organização do Povo Baniwa e Coripaco que iniciou em 1988.

Trata-se a terceira conquista os cinco anos de co-oficialização da língua Baniwa em 2002.

A quarta é o aniversário de sete anos da Escola indígena Baniwa e Coripaco, uma das pioneiras na região que foi fundamental para implementação de outras escolas na região no início do ano 2000.

A quinta conquista são os sete anos de Saúde Indígena Diferenciada no Rio Negro. Que mesmo com dificuldades, nunca se teve antes da reivindicação o serviço de saúde nas comunidades e controle social.

Em comunhão com as conquistas do movimento indígena Brasil a região do Içana comemora os 19 anos de direitos indígenas prescritos na nova constituição de 1988.

A sétima conquista são os nove anos das cinco terras indígenas demarcadas e homologadas na região do rio Negro.

A oitava é a Formação de professores Baniwa e Agentes Indígenas de Saúde iniciada em 1997 que estão mudando a história da educação e da saúde indígena na região.

O Resgate e valorização da cultura e tradição que teve início em 1992 e finalmente as Novas experiências e perspectivas dos projetos de manejo desde 2001.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.