VOLTAR

Embaixador da Venezuela diz que Pacto Amazônico não dá margem a lutas territoriais

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
28 de mar de 1978

O chefe da delegação da Venezuela à 2ª Reunião Preparatória do Pacto Amazônico, garantiu não existir no corpo do projeto de cooperação em exame "nem um só objetivo que possa dar margem a disputas de natureza territorial na região". Com essa declaração, o embaixador desautorizou as especulações de que, a pretexto de organizar a cooperação internacional, a ideia do pacto termine por reabrir as disputas de fronteiras entre a Venezuela e a Guiana, Equador, Peru e Colômbia.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.