VOLTAR

Duzentos agentes comunitários indígenas de saúde serão formados hoje

O Rio Branco - http://www.oriobranco.net
07 de mar de 2014

A formação foi executada pelo Instituto Dom Moacyr

O Governo federal e o governo do Acre realizam a formatura de 200 novos Agentes Comunitários Indígenas de Saúde (ACIS) que se qualificaram para atuar em suas terras indígenas. A formação abrangeu 18 povos, contemplando os estados do Acre, Rondônia e Amazonas. O evento acontece nessa sexta-feira, 07, no Teatro da Universidade Federal do Acre (UFAC) a partir das 10 horas da manhã.

A formação foi executada pelo Instituto Dom Moacyr, por meio da Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha, em parceria com SESACRE e SESAI, com recursos do Ministério da Saúde. Teve a duração de 600h e a participação de educandos do Acre, Amazonas e Rondônia. E atendeu aos povos Kaxinawa, Kaxarari, Machineri, Shanenawa, Nukini, Poyanawa, Ashaninka, Madja, Katukina, Apurinã, Jamamadi, Jaminawá, Arara, Yawanawá, Kontanawa, Apolima-Arara, Jaminawa-Arara, Nawa.

Os Agentes Comunitários Indígenas de Saúde que estão sendo qualificados foram designados pelas próprias comunidades. Eles atuam na prevenção de doenças e agravos; realizam visitas em domicílios, acompanhamentos para tratamento médico e o encaminhamento de pacientes às unidades de saúde e de tratamento hospitalares.

O ACIS é o principal elo entre as comunidades indígenas e os serviços de saúde, sendo o personagem fundamental para incentivar e assegurar o resgate do sistema de cura tradicional dessas populações e não apenas multiplicador de informações, tornando-se um mobilizador social da participação das comunidades no subsistema de assistência à saúde indígena. A formação tem como parceiros o Ministério da Saúde, Governo do Estado, Secretaria Estadual de Educação e Esportes, Secretaria de Estado da Saúde e a Secretaria Especial de Saúde Indígena.

http://www.oriobranco.net/component/content/article/29-destaque/36803-d…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.