VOLTAR

Documento indígena faz acusações

O Estado de S. Paulo (São Paulo - SP)
21 de jan de 1981

Os índios Tupiniquim e Guarani do Espírito Santo não pretendem aceitar pacificamente a intenção da empresa Aracruz Florestal de reduzir a área da reserva Caieiras Velhas. A afirmação consta no documento final do encontro realizado por representantes de cinco coletivos indígenas de Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia. Além disso, críticas a Funai também foram presentes durante o encontro.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.