VOLTAR

Dia do Índio provoca divisão entre terena

Correio do Estado (Campo Grande-MS)
20 de abr de 1990

Na aldeia Cachoeirinha, dos índios Terena, dois caciques promoveram festividades separadas no Dia Nacional do Índio, o que ocasionou a divisão dos índios. Uma das comemorações foi financiada pelo prefeito de Miranda, Roberto Paulo Almeida do PTB, acusado de tentar provocar conflitos entre as lideranças locais.
A notícia traz informações, adquiridas pelo Centro de Trabalho Indígenas (CTI), sobre o mercado de trabalho no qual se insere os índios Terena do Mato Grosso do Sul. Segundo o CTI, 80% da população indígena necessita de trabalho externo à comunidade para sobreviver, e desses, 90% serve como mão de obra barata aos fazendeiros da região. A notícia também foca na questão do espaço que as nações indígenas possuem na sociedade, a partir das declarações feitas pelo índio Terena Fernando Jorge.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.