VOLTAR

Desgostoso e triste, o índio Kahok morreu

Jornal da Bahia (Salvador - BA)
10 de set de 1981

O indígena Tep Kahok da Silva Rondon, do povo Gavião Kykatejê, morreu vitimado por um aneurisma cerebral. Segundo a notícia, Tep já estava há tempos revoltado e abalado com a situação vivida pelos índios de seu povo que moravam em Salvador, assim como por outros casos de violência contra indígenas. Em seu enterro, comparecem amigos indígenas, que foram impedidos de realizar seus rituais funerários. A Anais criticou a atuação da Funai no caso, e afirmou que tentará publicar um livro escrito por Tep, narrando suas passagens por diferentes povos indígenas, através da Fundação Cultural.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.