VOLTAR

Denúncias causam apreensão na Funai

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
23 de mai de 1972

A Funai ainda não se manifestou sobre o pedido de demissão do sertanista Antônio Cotrin, pois Bandeira de Melo, o presidente do órgão, encontra-se em viagem de inspeção de postos indígenas. O clima no órgão, porém, é de apreensão, dada a gravidades das denúncias do sertanista.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.