VOLTAR

Denunciada matança de índios

Folha de S. Paulo (São Paulo - SP)
Autor: Calors Alberto Luppi
16 de dez de 1980

Mais de 15 crianças indígenas das várias aldeias Xavante do Mato Grosso morreram, nos últimos dois meses, de desidratação e pneumonia por descuido do hospital da Sudeco de Barra do Garças, com o qual a Funai mantém convênio. Outras seis de Parabubure morreram envenenadas pelos produtos químicos lançados na região por fazendeiros e que atingiram as águas do rio Couto Magalhães utilizadas pelos índios.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.