VOLTAR

Decisão de abrir a estrada no Araguaia deixa IBDF em crise

O Estado de São Paulo (São Paulo-SP)
11 de dez de 1982

A decisão do governo federal de autorizar a construção de uma estrada cortando o Parque Nacional do Araguaia provocou uma crise interna no IBDF. A diretora do Departamento de Parques Nacionais e Reservas Equivalentes, Maria Tereza Jorge Pádua, pediu demissão após a decisão, e, 15 dos 20 técnicos do Departamento assinaram carta dirigida ao presidente do Mauro Reis reclamando as dificuldades que têm enfrentado para adequar seus princípios profissionais às posições assumidas pelo IBDF.
No documento, os funcionários relacionaram as principais ameaças aos parques nacionais e reservas biológicas do país.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.