VOLTAR

Danilo protesta contra interdição do Alalaú

A Crítica (Manaus - AM)
27 de nov de 1968

Governador do estado do Amazonas, Danilo Areosa , em carta para o ministro Albuquerque Lima, protesta contra o pedido da Funai de interditar a região do rio Alalaú, local onde deve ter ocorrido o massacre da expedição do Padre Calleri.

O governador quer que a construção da estrada continue. Para ele a interdição prejudicará o desenvolvimento da Amazônia e a segurança nacional. Ele diz que é a favor da mudança na política de proteção ao índio e que ele seja transformado em "ser humano útil à pátria" .

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.