VOLTAR

Criminosos podem estar em reserva

O Estado de São Paulo (São Paulo - SP)
31 de dez de 1986

Os assassinos do fazendeiro Tarley de Andrade, filho de um tesoureiro da UDR, podem estar escondidos na área da reserva indígena Kayapó, no sul do Pará, mas contariam com a proteção dos índios da aldeia Kuben Kran Ken, segundo informações não oficiais fornecidas pela Secretaria de Segurança Pública. Soldados da PM e agentes da Polícia Federal, que participaram de uma diligência para prender os criminosos, conseguiram uma pista que leva à aldeia, mas os índios não deixaram os policiais entrar.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.