VOLTAR

Criado Conselho de Educação Indígena do Médio e Baixo Xingu

Funai-Brasília-DF
29 de abr de 2005

Professores e lideranças das etnias Kisêdjê, Kaiabi, Txicão, Juruna, Yudjá, Ikpeng e Trumai das aldeias situadas no Médio e Baixo Xingu reunidos no Posto Indígena Diauarum, durante os dias 13 e 14 de abril, criaram o Conselho de Educação Indígena do Médio e Baixo Xingu - CEIMBX. A reunião foi promovida pela ATIX (Associação Terra Indígena Xingu) e contou com a participação de representantes da FUNAI e do ISA (Instituto Socioambiental).

O CEIMBX é formado por 13 indígenas, entre professores e representantes das aldeias, e será dirigido por uma coordenação tendo como presidente o professor Korotowi Ikpeng e Jwosipep Kaiabi Juruna como vice-presidente. O Conselho propiciará o fortalecimento da educação no Médio e Baixo Xingu, com a responsabilidade de refletir e conduzir as diversas demandas das comunidades, bem como de atuar de forma reivindicativa junto à Secretaria de Educação do Estado do Mato Grosso para que se cumpra as obrigações legais, especialmente em relação à oferta de formação inicial e continuada dos professores.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.