VOLTAR

Coronel Leal: Funai não vai admitir invasão de reservas

O Globo (Rio de Janeiro - RJ)
30 de out de 1981

O novo presidente da Funai, coronel Moreira Leal, garante que sua administração não será marcada por conflitos, mas por uma política baseada na Constituição, no Estatuto do Índio e nas linhas traçadas pelo ministro Mário Andreazza. De acordo com ele, os principais objetivos da Funai são a demarcação de terras e a ocupação efetiva da terra por povos indígenas. Além disso, a notícia traz informações sobre o caso de estupro de uma jovem indígena Suruí Paiter de 12 anos, violentada pelo diretor do PI do Xingu, Francisco de Assis Silva.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.