VOLTAR

"Copa Quilombola reforça o sentimento de pertencimento do povo negro", afirma secretário de Igualdade Racial

Governo do Estado do Maranhão - http://www.ma.gov.br/
Autor: Maranhao de Todos Nos
17 de mai de 2019

"Copa Quilombola reforça o sentimento de pertencimento do povo negro", afirma secretário de Igualdade Racial
17/05/2019 17h39

Atletas quilombolas e equipes técnicas de 16 municípios do Maranhão já estão chegando em São Luís para a decisão da Copa Quilombola de Futebol 2019, que ocorre em grandes campos de São Luís, neste final de semana.

A competição inicia na manhã deste sábado (18), no Campo da Polícia Militar CFAP (BR 135), às 8h, com as equipes de Vargem Grande x Santa Helena e às 9h30 jogam Alcântara × Peritoró. À tarde, a partir das 15h30, jogam os vencedores dessa chave.

No estádio Moreirão (bairro Santo Antonio), às 8h, jogam Olinda Nova × Anajatuba e, às 9h30, disputam Santa Rita x Bequimão. No horário vespertino, é a vez dos vencedores da chave.

No campo do bairro Santa Cruz, às 8h, disputam Serrano x Itapecuru e às 9h30 é a vez da seleção de Dom Pedro x Cajari. Às 14h, jogam Cajapió x Guimarães e às 15h30 jogam São Mateus x Monção. Os vencedores desta chave jogam a partir as 18h.

A decisão dos ganhadores do Troféu Negro Cosme acontece, no domingo (19), no campo da Polícia Militar (BR 135), onde ocorre as quartas de final a partir das 8h e a final as 15h30, com a entrega do troféu aos campeões 17h30.

O governador em exercício Carlos Brandão, os secretários de Igualdade Racial, Gerson Pinheiro e de Esporte e Lazer, Rogério Cafeteira, e outras autoridades irão prestigiar a II Copa Quilombola de Futebol no Estádio Moreirão às 9h e no campo Santa Cruz às 10h.

Os participantes da Copa Quilombola são dos quilombos São Raimundo (Santa Helena), Jiquiri (Santa Rita), Posto Seleção (Cajapió), Ramal do Quindiua (Bequimão), Ponta Bonita (Anajatuba), Alto Grande (São Mateus), Bacabal (Serrano do Maranhão), Manival (Alcântara), Caranguejo (Olinda Nova), Precateira (Peritoró), Santa Rosa dos Pretos (Itapecuru), Piqui da Rampa (Vargem Grande), Mata-Boi (Monção), Damásio (Guimarães) e Santa Maria (Cajari).

O secretário de Estado de Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, esclarece que a Copa Quilombola é uma ação afirmativa do Governo do Estado e visa reforçar a identidade étnica dos jogadores. "A Copa Quilombola reúne atletas de quilombos de todo o Maranhão, e, para além do aspecto esportivo, o objetivo maior do campeonato é despertar nos jogadores e nas comunidades o sentimento de pertença, o orgulho de ser negro, de ser de uma comunidade quilombola e de contribuir para a construção cultural e material do Maranhão".

http://www.ma.gov.br/agenciadenoticias/direitos-humanos/igualdade-racia…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.