VOLTAR

Cooperação técnica do Arpa fortalece ações integradas

MMA
20 de abr de 2007

Integrantes do Arpa - Programa de Áreas Protegidas da Amazônia começaram a definir nesta quinta-feira (19) o planejamento de cooperação técnica para o biênio 2007-2008. Representantes do Ministério do Meio Ambiente, do WWF e da GTZ (parceiros do programa) discutiram como atuar com mais sinergia para o cumprimento de metas e objetivos.

Criado em 2003, o Arpa visa a implementação de 50 milhões de hectares de unidades de conservação até 2012. O investimento é de US$ 81 milhões. A primeira fase do programa, a ser encerrada no fim do ano que vem, prevê que sejam estabelecidos 12 milhões de hectares de unidades de conservação.

O Arpa é coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente e tem como principais parceiros o WWF (Fundo Mundial da Natureza) e GTZ (Agência Alemã de Cooperação Técnica). Por meio de uma oficina realizada em Brasília entre esta quinta e sexta-feira (20), integrantes dos três órgãos vão definir o planejamento para os próximos dois anos.

Na tarde desta quinta, o encontro já apresentava resultados positivos. Foi proveitoso. (A reunião) melhorou nossa visão compartilhada do programa, disse Ronaldo Weigand, coordenador do Arpa pelo Ministério do Meio Ambiente.

Fernando Vasconcelos de Araújo, gestor do WWF no Arpa, afirmou que "a iniciativa é fundamental para otimização dos recursos humanos e financeiros". "O Arpa é um programa de sucesso, mas o desafio é grande por isso é importante um fórum como esse", concluiu.

O assessor técnico da GTZ no Arpa, Johannes Scholl, também avaliou positivamente a reunião. "A construção conjunta da cooperação técnica nos ajuda a encontrar janelas de oportunidades", disse. (MMA)

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.